terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

RESENHA: Livro "A mais pura verdade" de Dan Gemeinhart

Olá bagaceiros. E esse feriadão maravilhoso de carnaval chegando ao fim hein!? Eu andei lendo bastante, e ainda bem, foram ótimas leituras! Hoje trago a resenha de um dos livros finalizados por esses dias. Confira!

Nunca é tarde demais para viver a maior aventura da nossa vida!

Em todos os sentidos que interessam, Mark é uma criança normal. Ele tem um cachorro chamado Beau e uma grande amiga, Jessie. Ele gosta de fotografar e de escrever haicais em seu caderno. Seu sonho é um dia escalar uma montanha. Mas, em certo sentido - um sentido muito importante , Mark não tem nada a ver com as outras crianças.
Mark está doente. O tipo de doença que tem a ver com hospital. Tratamento. O tipo de doença da qual algumas pessoas nunca melhoram. Então, Mark foge. Ele sai de casa com sua máquina fotográfica, seu caderno, seu cachorro e um plano. Um plano para alcançar o topo do Monte Rainier. Nem que seja a última coisa que ele faça. 
A Mais Pura Verdade é uma história preciosa e surpreendente sobre grandes questões, pequenos momentos e uma jornada inacreditável. 
A mais pura verdade é um livro juvenil de 224 páginas narrado em primeira pessoa. Lançado pela editora Novo Conceito em 2015, o livro divido em capítulos e meio capítulos é o primeiro romance do autor Dan Gemeinhart.

Mark é um garoto com uma doença que o persegue desde muito pequeno. Ele e sua família lutam há muito tempo, entre recaídas e tratamentos recorrentes. O garoto sempre tentando com todas as forças resistir e tentar levar uma vida normal. Mas nem sempre é tão fácil.

Quando todos acham que a doença finalmente foi embora, uma notícia dos médicos transtorna os pensamentos e faz com que Mike toma uma decisão, secretamente, que poderá mudar o rumo de sua vida. O cumprimento de uma promessa de escalar uma montanha sozinho, aliás, na companhia de seu fiel cão Beal.

A aventura é bem planejada, deixando rastros falsos além de uma carta para seus pais e sua melhor amiga, Jessie. O garoto e seu cão sempre escondido na sua mochila terão que pegar ônibus e trens até chegar no seu destino. No caminho aparecerão obstáculos mas também agradáveis surpresas. Mark está cansado e com raiva da sua vida, sempre tão difícil como por um fio. Aquela aventura seria uma espécie de escapatória de tudo e todos, onde ele acreditava que se fosse o caso, seria um bom fim.

O menino, seu cachorro, sua câmera e seu caderno onde escreve os poemas garantem ao leitor uma trajetória de reflexão sobre como a vida de um garoto pode ser abalada por uma doença, como ele enxerga o mundo, o tratamento, a luta e a dedicação dos pais, e o quanto tudo isso o torna forte. Me peguei tendo alguma raiva do protagonista por às vezes ser tão egoísta com a família e sua melhor amiga, quase uma irmã. Mas não é tão fácil entender o outro lado, já tentar...é o nosso dever.

Uma leitura é rápida, envolvente e bonitinha, sim, essa é a palavra certa! O livro tem umas divisões muito interessantes com "meio capítulos" narrados em terceira pessoa mostrando a apreensão que a família e Jessie vivem durante durante o desaparecimento de Mark. Meio mundo procurando o menino doente que fugiu, justo quando o estado inteiro é ameaçado por uma tempestade.
A editora Novo Conceito caprichou na edição, com ilustrações, diagramação e revisão sem erros. A obra é daquelas que se encaixa perfeita como um presente pra quem você gosta. Uma leitura pra se fazer durante uma viagem, ou em duas noites, assim como eu.

Espero que tenham gostado da resenha. Até a próxima e beijo na alma!


7 comentários:

  1. Que legaaal! Aliás, fico imaginando o cachorrinho na mochila, tadinho. Mas gostei da ideia do livro. E ah! Adoro histórias bonitinhas, haha! ;)

    ResponderExcluir
  2. Olá Rodrigo, tudo bem?
    Nossa que livro fofo. Eu certamente leria.
    Já quero saber mais sobre a doença e sobre as aventuras com o cachorro. Dica anotada. Beijos

    ResponderExcluir
  3. Eu li esse livro e amooo ele de coração!
    Beijos e ótima resenha

    ResponderExcluir
  4. achei essa leitura encantadora, fiz logo que saiu o lançamento... a única coisa que não curti foi a repetição do título de cena em cena hahaha

    dei minha edição de presente pra uma aluna...
    Beau <3

    bjs...

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem?
    Lembro que antes do lançamento a Novo Conceito estava enviando acho que com os primeiros capítulos para os parceiros. Não me interessei muito.
    Gostei muito da sua resenha!
    Beijos, Larissa (laoliphant.com.br)

    ResponderExcluir
  6. Li esse livro assim que foi lançado e me envolvi muito com a jornada do Mark, fiquei agoniada em muitos momentos. Mas eu teria gostado mais da leitura se não fosse a repetição sem fim da expressão "a mais pura verdade", isso me enlouqueceu. O trabalho da editora com o livro ficou mesmo lindo!

    ResponderExcluir
  7. Oie
    eu to louca para ler esse livro desde que foi lançado, parece ser bem tranquila mesmo e ao mesmo tempo tocante e marcante, adorei a resenha e os seus elogios, já esta na lista de desejados

    bneijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

TWITTER