segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

RESENHA: Livro "O Outro Lado" de Flávio Assunção

Olá queridos! Hoje trouxe uma resenha de um livro bem legal aqui pra vocês. Fruto de uma parceria com o meu conterrâneo Flávio Assunção, essa obra surpreendeu.  Vamos lá então!


Um serial killer que acredita ter nascido com o dom de reconhecer os indivíduos verdadeiramente bons e aptos a integrar uma existência plena de amor e bondade; uma mulher que nos últimos seis anos se dedica à recuperação de sua irmã em coma, vivenciando os dissabores de uma vida marcada por renúncias; e um adolescente que teve sua acessibilidade reduzida por um acidente, levando-o a mais completa apatia e desesperança.

Seus pensamentos e angústias são expostos.
Suas histórias se entrecruzam.
Suas vidas alcançam outro significado.
O Outro Lado é um drama psicológico de 221 páginas narrado em terceira pessoa. Escrito por Flávio Assunção, a obra foi lançada no início de 2016 pela Lura Editorial.

Allan é um homem de 32 anos, de boa aparência, aparentemente comum. Mas ninguém imagina, apenas o olhando ou tendo alguma breve conversa, que ele esconda os mais sombrios segredos. Desde pequeno, o protagonista acredita que tirando a vida de pessoas que ele julga ter uma bondade pura, estaria as enviando para O Outro Lado. 

Este lugar, dimensão, ou algo do tipo, possui a paz, tranquilidade e plenitude que na Terra não existe. Ou seja, apenas aquelas "sem pecados", bondosas, amáveis e de bom caráter são pessoas merecedoras de estarem do Outro Lado.

Allan age com perfeição. Em toda a sua empreitada esteve realizando a "passagem" de pessoas sem deixar rastros que lhe entregasse. Mas obviamente um dia aconteceria algum erro. O que ele não imaginava é que as consequências desse erro trariam muitos problemas que poderiam comprometer sua missão.

Paralelamente a isso, as histórias de Melissa, uma chef de cozinha que vive exclusivamente para cuidar de sua irmã em coma por 5 anos e Derek, um garoto de 16 anos, que acredita ter tido a vida interrompida por conta de um acidente onde perdeu as duas pernas e um braço. São dois grandes personagens que possuem perfis "alvo" de Allan. Resta esperar se todos eles se cruzam durante a trama.

A história mistura drama e suspense e traz à tona variados temas. A doença de Allan, que acredita veemente que todas as suas atitudes são justificadas pelo seu suposto dom. É uma mente tão doentia que nem sempre o leitor consegue sentir raiva do personagem. Muitas vezes um sentimento de pena e incredulidade se misturam com a revolta.

A situação de Melissa, que deu um pause na sua vida por conta do estado de sua irmã, levanta a questão de como medimos nossa dedicação à outra pessoa a ponto de esquecermos que temos uma vida. Isso a transforma e a leva a um caminho onde fica cada vez mais difícil caminhar. Além de Derek, que pensa que sua vida acabou por causa de sua mudança física, o tornando amargo e muito mais limitado do que realmente é.

A trama te segura a cada capítulo e apesar de em alguns momentos parecer até um pouco previsível, faz com que só larguemos a leitura até termos certeza de que o desenvolvimento aconteça como previsto. Mas as surpresas sempre vêm e o autor conseguiu costurar em seus personagens as peças necessárias para deixar o leitor curioso até o final. Não cheguei a me surpreender mas certamente a leitura vale à pena por trazer um drama psicológico forte e convincente.

O livro é divido em 3 partes e com capítulos muito curtos, o que ajuda na hora de pausar a leitura a qualquer momento. Apesar das folhas brancas, a diagramação é confortável o suficiente para proporcionar uma leitura tranquila. Agradeço ao Flávio Assunção por me confiar ler e resenhar sua obra, e espero poder conhecer seus próximos trabalhos que virão já neste ano.

Beijo na alma queridos, espero que tenham curtido ;)

8 comentários:

  1. No quesito folha isso não me incomoda muito em elas serem brancas e no quesito capítulos, isso sim me chama bastante atenção por eles serem curtos, pois a leitura em si é mais rápida e faz a gente querer ler mais e mais.

    Que bom saber que você recebeu ele de parceria, quero muuuuito ler essa obra e conferir com meus próprios olhos o que se passa. Anotando aqui para "quem sabe" em breve se surgir a oportunidade ler.

    Atenciosamente Um baixinho nos Livros.

    ResponderExcluir
  2. olha, parece uma leitura de deixar a gente sem fôlego, apesar de aparentar ser previsível... Só não curti a capa dele... amo histórias com assassinos em série, psicopatas e afins...
    bjs ^^

    ResponderExcluir
  3. Olá tudo bem?
    A primeira coisa que me chamou a atenção nesse livro foi a capa. Amei a premissa dele e as suas impressões me deram a ideia de um livro bom,apensar de um tanto morno e previsível. Amei também o fato dele ser nacional. Dica anotada. Amei a resenha. Parabéns!

    ResponderExcluir
  4. Eu não sou uma grande leitora de dramas psicológicos. Esse tipo de enredo não me atrai muito porque eu tenho preferencia por leituras mais leves. Ainda assim, é um bom livro para se indicar para aqueles que gostam do gênero.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Caramba, que história legal! Nunca tinha ouvido falar do autor, mas esse livro certamente irá para a minha wishlist. Adorei a capa também, só é uma pena que tenha folhas brancas.

    Abraço,
    http://subscrevendome.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Hey, Rodrigo!

    Feliz ano novo! \o/

    Pela sua resenha, o livro me parece bem denso. Tô certa?
    Apesar de ter me interessado pela trama, não tenho planos de ler tão cedo. Por ora eu ando mais na vibe de leituras leves, sem sofrência psicológica... rs.
    Mas já anotei aqui pra procurar no futuro, você me ganhou com a resenha!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia o livro mas achei a premissa interessante, me fazendo pensar que daria uma chance à leitura com toda certeza!!!
    As folhas brancas só chegam a me incomodar mesmo quando a fonte acaba sendo pequena - e as vezes acontece e é tão chato... No mais, entendo quem prefere branco mas eu gosto mais da amarelada :)
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  8. Oie
    gostei de saber que é um drama meio psicológico, isso é comigo mesma haha não conhecia o livro mas parece ser t bom depois de ler sua resenha, anotado para pesquisar melhor ;)

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

TWITTER