segunda-feira, 10 de outubro de 2016

RESENHA: Livro "Triângulo Vermelho"

Dia de resenha!!!
Dessa vez trago uma obra arrebatadora para apresentar-lhes. Um clássico sobre a Segunda Guerra Mundial que achei no meu sebo favorito aqui da cidade. Sem mais enrolação vamos à resenha...

Triângulo Vermelho é uma obra de Catherine Roux que sobreviveu à II Guerra Mundial. A abra traz, como uma espécie de diário, as memórias de Catherine desde sua captura até o fim da guerra.

Catherine é uma jovem francesa de 24 anos integrante de um grupo de resistência na França, que após ser capturada e presa, vive uma das experiências mais horripilantes que se poderia na época. Presa inicialmente em seu país, a mulher em seus primeiros dias, temendo um futuro pior (que viria) tenta suicídio com uma agulha que conseguiu esconder na revista. Obviamente falhou.

Após o período de "adaptação" (se é que é possível se adaptar a prisão), Catherine começa a conhecer melhor as outras mulheres, das mais antigas às mais recentes presas. Não é possível amenizar a dor de cada dia, mas vivê-la junto de outras tantas mulheres com tantas histórias e tanta força ajuda-a sobreviver e esperar por um fim menos doloroso para ela e para todas.

Catherine e algumas de suas colegas ainda são transferidas para a Alemanha e por fim à Checoslováquia (hoje, República Tcheca e Eslováquia). Durante todo esse tempo, seja no antigo presídio ou nesse último,a moça vive e conta com detalhes e às vezes de forma poética seu sofrimento, mas também sua força e de suas colegas. Há arte, violência, tentativas de fuga e há amor.

Catherine conhece alemãs, checas, austríacas e nem uma entende o idioma da outra. Mas a convivência e o sofrimento compartilhado as transformam em irmãs e a compaixão dá lugar a cada brecha não existente dentro de suas celas.

Um livro literalmente sobre resistência. Sobre sobrevivência, sofrimento, amizade, patriotismo e força, muita força! Há inúmeras obras ambientadas nessa terrível época, mas cada uma delas têm sua essência e nos concede conhecer e tentar imaginar o quão terrível foi aquele tempo e como não desejamos vivenciar o mesmo!

A Edição que possuo é de 1980 e de uma editora não mais existente. Adquirido num sebo que frequento com frequência, o livro possui capa dura e fita para marcar página. Além de ilustrações reais feitas por uma prisioneira colega de Catherine. Ou seja, aqueles livros antigos e maravilhosos com cheiro de velho e de muito amor! haha.

Você pode encontrar o livro facilmente em sebos virtuais, ou rezar para alguma editora relançar essa obra de arte. De qualquer forma fica a indicação pra quem gosta da temática e de ser arrebatado por leituras fortes e impactantes, como aconteceu comigo.


28 comentários:

  1. Adorei sua resenha, é um tema muito bom para conhecer cada vez mais.
    Art of life and books

    ResponderExcluir
  2. Oiii Rodrigo, tudo bem?
    Rapaz eu fiquei bastante interessada em ler essa obra, e fiquei feliz de ver que ano ele é <3 pelo jeito parece ser aqueles livrinhos de sebo bem clássico mesmo.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Oi Rodrigo, tudo bem? Começo dizendo que arrebatadora mesmo é a sua resenha. Não conhecia o livro, mas a sua resenha e o enredo me conquistaram. Vou tentar ler sim. Obrigada pela dica. Beijos
    http://www.facesemlivros.com/

    ResponderExcluir
  4. Olá,

    Não conhecia essa obra mas achei o enredo bem interessante, gosto muito de obras assim. Vou anotar a dica e espero ler futuramente.

    Abraços,
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  5. Oi Rodrigo,
    Adorei a sua resenha. Não gosto muito de livros sobre a Segunda Guerra por serem histórias de muito sofrimento. Mas a sua resenha me deixou com vontade de ler.
    Parabéns pela aquisição dessa edição de primeira!
    Abraços,
    André, do Garotos Perdidos
    www.garotosperdidos.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Rodrigo,
    Adorei a sua resenha. Não gosto muito de livros sobre a Segunda Guerra por serem histórias de muito sofrimento. Mas a sua resenha me deixou com vontade de ler.
    Parabéns pela aquisição dessa edição de primeira!
    Abraços,
    André, do Garotos Perdidos
    www.garotosperdidos.com

    ResponderExcluir
  7. Olá.
    Gostei muito da sua resenha, essa capa do livro que não gostei nenhum pouco.
    Mas, enfim.. gostei da forma que resenhou, gostei da história em si e anotei a dica.
    Beijos.

    meumundosecreto

    ResponderExcluir
  8. Que livro extremante necessário para a história. Gostei do enredo e da preocupação em se trabalhar com o tema, gosto desses assuntos e conhecer tudo que ocorreu. Ele estará em minha meta, com toda certeza.

    ResponderExcluir
  9. Oie
    que interessante principalmente para quem curte história e esse assuntos mais complexos, muito bonita a edição e não conhecia ainda o livro, belo post

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Não conhecia o livro e preciso dele pra ontem. Amei a resenha e as fotos. Obrigada
    Angel Sakura
    www.euinsisto.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oi Rodrigo, adoro livros de segunda Guerra e esse com certeza foi um achado!
    Pena que provavelmente seja bem difícil de encontrar hoje em dia. =[
    Beijos
    Blog Relicário de Papel
    www.relicariodepapel.wordpress.com

    ResponderExcluir
  12. Olá Rodrigo, tudo bem?
    Parabéns pela resenha, ficou ótima! Adorei a idéia central do livro, principalmente tratando da segunda guerra mundial, uma época onde muito tem apenas um único ponto de vista. Assim como o diário de Anne Frank, esse livro me parece ser muito interessante, como você disse, ele ressalta um pouco mais da união das pessoas que foram confinadas, algo que a maioria ignora.
    Curti bastante, parabéns!

    Lukas Reis, Blog Fotografei | Blogs Amigos.

    ResponderExcluir
  13. Oi Rodrigo
    Nunca tinha ouvido falar desse livro, mas sua resenha me deixou bem interessada... realmente me parece uma obra de arte!
    Tais questões em relação a guerra são muito curiosas, pois geralmente envolvem grandes histórias de grandes personagens... verdadeiras lições de vida...
    Parabéns pela ótima resenha, dica anotada!
    Ahhh já estou seguindo seu blog... segue o nosso também para podermos continuar trocando várias dicas ;)
    Bjos

    ResponderExcluir
  14. olá, Rodrigo... confesso que fiquei beeem interessada no livro,pois histórias de guerra sempre mexem comigo... nunca tinha ouvido falar e vou ficar atenta em minhas próximas visitas a sebo, pra ver se encontro e compro... e que lindas ilustrações... uma pena que a autora tenha vivido tamanhos horrores nesse período tão infeliz de nossa história...
    bjs...

    ResponderExcluir
  15. Oiiii. Que grande livro, apesar de não ter lido ainda, já me indicaram e tenho um pouco de noção do enredo. Gente, edição de 1980, me mata de inveja... cacete, preciso desse livro :O

    ResponderExcluir
  16. Oie, tudo bem? O livro, apesar de parecer muito bom, não me atraiu. Não faz muito o meu tipo de leitura, sabe?

    ResponderExcluir
  17. Olá!
    O livro parece ser muito bom e quando se trata de sobreviventes ou não da guerra já tem minha atenção.
    A capa é Show!
    Agora preciso ler, vou pesquisar em Sebos aqui, graças a Nossa Senhora dos Leitores eu moro em um bairro que tem Sebo em quase toda a esquina. rs
    Bjs

    ResponderExcluir
  18. Oi Rodrigo! Tudo bem?
    Adoro livros sobre as duas Grandes Guerras e esse não conhecia e fiquei super interessada. Achei a diagramação do seu volume lindíssima! parabéns pela resenha, adorei! Dica anotada! Bj

    ResponderExcluir
  19. Oi!!!
    Não conhecia o livro, e apesar de quase não ler esses livros mais antigos (vergonha rs), acabei ficando interessada. Gosto de filmes sobre As Guerras, então acho que poderia vir a gostar da obra.
    Parabéns pela incrível resenha!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  20. Olá !!! Ainda não conhecia esse livro. Achei interessante, especialmente pelo tema e diagramação.
    Interessante sua resenha. Desejo sorte com o blog e na sua profissão!!!
    http://blogaventuraliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Não conhecia esta obra e como não vou ficar torcendo para um editora relançar, o jeito vai ser procurar em sebos. Enredos sobre guerras sempre mexem comigo, ainda mais quando narrados por um sobrevivente.
    Bjs

    ResponderExcluir
  22. Olá.
    Nunca tinha ouvido falar sobre esse livro, mas acho a temática interessante.
    É um período sombrio e triste na história da humanidade, e com certeza seria uma leitura emocionante e impressionante.
    Valeu pela dica.

    Beijos
    http://aventurandosenoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Amo livros e filmes referente a Segunda Guerra e com certeza esse me despertou interesse também, com certeza pesquisarei nos sebos, principalmente os virtuais, pois essa facilidade é muito util!!

    Beijos

    Viviana

    ResponderExcluir
  24. Olá!

    Eu sou uma pessoa fã de livros com essa temática. Gosto da maneira que os fatos são narrados e tudo.

    ResponderExcluir
  25. Que achado incrível! A capa é linda.
    E uma história que vale a pena ler.

    Boutique de Clichês

    ResponderExcluir
  26. Putz, até me arrepiei com a resenha. Me lembrei de uma história real de uma senhorinha (que era criança numa época)que deu um pedaço de chocolate a uma mulher que acabara de dar a luz, para dar força a ela. Mais tarde, a criancinha que nasceu foi conhecer essa senhorinha. Elas eram prisioneiras dos nazistas. Sempre me arrepio com histórias assim.

    www.cantaremverso.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  27. Olá, tudo bem?
    Sebos sempre nos fornecendo achados maravilhosos <3
    Não curto muito ler livros que utilizam a segunda guerra como cenário.
    Gostei muito da sua resenha, achei o livro bem interessante!
    Beijos, Lariss (laoliphant.com.br)

    ResponderExcluir
  28. Livro interessante e talvez por ser um diário de época de guerra me remeteu bem ao livro de anne frank

    ResponderExcluir

TWITTER