terça-feira, 4 de outubro de 2016

RESENHA: Livro "Loney" de Andrew Michael Hurley

Olá moçada! Dia de resenha!!! Trago-lhes hoje o resumo e crítica de um livro tão desejado por mim que veio em forma de presente <3. Sem mais delongas vamos iniciar...

Quando os restos mortais de uma criança são descobertos durante uma tempestade de inverno numa extensão da sombria costa da Inglaterra conhecida como “Loney”, Smith é obrigado a confrontar acontecimentos terríveis e misteriosos ocorridos quarenta anos antes, quando ainda era criança e visitou o lugar.
À época, a mãe de Smith arrastou a família para aquela região numa peregrinação de Páscoa com o padre Bernard, cujo antecessor, Wilfred, morrera pouco tempo antes. Cabia ao jovem sacerdote liderar a comunidade até um antigo santuário, onde a obstinada Sra. Smith crê que irá encontrar a cura para o filho mais velho, um garoto mudo e com problemas de aprendizagem. 
O grupo se instala na Moorings, uma casa fria e antiga, repleta de segredos. O clima é hostil, os moradores do lugar, ameaçadores, e uma aura de mistério cerca os desconhecidos ocupantes de Coldbarrow, uma faixa de terra pouco acessível, diariamente alagada na alta da maré. A vida dos irmãos acaba se entrelaçando à dos excêntricos vizinhos com intensidade e complexidade tão imperativas quanto a fé que os levou ao “Loney”, e o que acontece a partir daí se torna um fardo que Smith carrega pelo resto da vida, a verdade que ele vai sustentar a qualquer preço.
Loney é um livro de Suspense/Terror, e há quem concorde com ou não com a escolha do gênero, mas essa adequação cabe unicamente à interpretação do leitor. O livro chamou minha atenção por conta do visual gráfico impecável da obra e da sinopse que desperta de imediato a curiosidade dos fãs do gênero.

A História se passa, em sua grande parte, durante os anos 70, mais precisamente numa região litorânea da Inglaterra. Narrado em primeira pessoa, a obra é tão carregada de mistério quanto de terror, como promete. O livro teve lançamento no Brasil no final do primeiro semestre desse ano, pela editora Intrínseca, que trouxe para nós uma edição hardcover e com luva.

Smith, o protagonista, narra de forma detalhista uma peregrinação feita por ele, sua família e amigos de família, juntamente com o Pe. Bernard ao "Loney", um lugar sombrio e misterioso, o qual a maioria deles já não visitavam fazia muito tempo. O Motivo da viagem ao local é a tentativa de buscar, durante a Páscoa, a cura para o seu irmão adolescente e alguns poucos anos mais velho Hanny. O rapaz nunca falou em toda a vida, algo que incomoda aos pais dos dois, considerando isso como uma doença, e que só um milagre pode curá-lo.

A viagem, composta no total por 9 pessoas têm destino específico um casarão, tão sombrio quanto o próprio lugar num todo. São pessoas de fé, que vivem em função da igreja e de agradar tão somente a Deus. Todos eles carregam, na verdade, uma mágoa por conta da morte de seu querido pároco Pe. Wilfred, e tentam novamente, agora com Pe. Bernard, o milagre da cura de Hanny.

A peregrinação é tensamente acompanhada por vizinhos que agem de forma estranha e ameaçadora. São homens com atitudes tão suspeitas quanto à sua aparência. Durante a estadia em Moorings, a hospedagem dos peregrinos em Loney, coisas bizarras e macabras assombram todos no local, que já é assustador por si só. O que não vão faltar são rumores sobre os acontecimentos, pois todos os hóspedes são fanáticos religiosos e tudo que acontece são obras ou de Deus ou do diabo.

Como havida dito, a narrativa carrega muito mistério e segredos. O autor soube envolver o leitor e transportá-lo para dentro do cenário descrito. A trama é boa, porém não há grandes revelações ou reviravoltas. Os personagens, com exceção de Smith e do Pe. Bernard, são bem cansativos e nada atraentes (no sentido interessante), porém são essenciais para criar o clima tenso e reflexivo do drama da coisa. 

Antes e durante a leitura, vi críticas diversas sobre Loney, então não criei grandes expectativas sobre o desenrolar da história. Mas foi uma leitura bem interessante, a narrativa realmente me surpreendeu e fez com que eu criasse um apreço ao autor e uma expectativa do que ele pode criar para nós daqui pra frente, já que esse é seu romance de estreia. 

É um livro muito bom, mas depende muito do que o leitor está procurando. Se você gosta de terror escrachado ou algo meio "raw" vai com calma! Não é assim que Loney trabalha. Não indicaria ele pra qualquer pessoa que me pedisse. Aqueles que curtem clichês, livros "redondinhos" onde tudo precisa ser explícito certamente não vão se agradar. Então fica o aviso: "Loney" é um risco!


Não esqueçam de deixar seu valioso comentário! Beijo na alma!

25 comentários:

  1. Hey, Rodrigo!
    Uau! "Loney é um risco", não poderia ter me deixado mais curiosa! kk.
    Mas, como sou medrosa por natureza, não creio que seja leitura para mim. Conheço minhas limitações e tento respeitá-las... kkk.
    Adorei sua resenha, conseguiu trazer detalhes concisos do que o livro aborda sem dar spoilers. Fiquei bastante curiosa para saber para onde a história vai...
    Mil beijokas! entreumlivroe-outro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Então, assim como você estou lendo muita coisa negativa sobre o livro e por isso tirei ele da minha listinha de leituras, mas adorei sua resenha, adorei suas fotos. E gente essa edição é linda (:

    http://dicasdaisacereser.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. OI, Rodrigo. Simplesmente amei a sua resenha. Muito bem escrita e formatada as imagens são belíssimas. O livro parece ser bom, mas eu não curto muito terror. Mas para quem gosta desse tipo de leitura sua dica foi sensacional. Parabéns!
    http://www.facesemlivros.com/

    ResponderExcluir
  4. Oiii Rodrigo, tudo bem?
    Menino do céu, fiquei com bastante vontade em realizar a leitura desse livro, todo esse mistério me deixou querendo saber cada vez mais <3
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Admito que não é o tipo de leitura com o qual estou habituada, mas gostei do que encontrei na sua resenha! Aliás, a capa desse livro me lembrou bastante a d'A Menina que Roubava Livros <3

    ResponderExcluir
  6. Olá Rodrigo,

    Eu adoro livros do gênero, mas Loney eu não consegui prosseguir com a leitura. Ficou tudo muito parado e como eu estava curando uma ressaca literária, resolvi dar um stop neste livro. Mas agora lendo suas impressões, ainda tenho vontade de retomar essa história.

    Abraços,
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  7. OOi!
    Confesso que não curto o gênero nenhum pouco! Aé tinha curiosidade sobre ele, mas, bom, passou. Ainda assim, acredito que para os que gostar de torrer/suspense deve ser uma ótima dica!
    Ótima resenha!

    ResponderExcluir
  8. A capa desse livro é macabra! Loney realmente é um risco, tive muita curiosidade em lê esse livro. Quem sabe não compro esse mês. Parabéns pela resenha, me causou arrepios.

    ResponderExcluir
  9. Eu estou completamente louca pra fazer essa leitura. Mesmo não lendo meu tipo de livro, eu achei o enredo muito desafiador a minha zona de conforto.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oie
    Muito linda essa capa, parece ser um livro muito bom, eu fiquei super curiosa quando lançou e agora estou ainda mais, adorei sua resenha

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oiii!
    Eu não gosto de livros de terror/suspense e de livros que não tenham explicações.
    rs então acho que esse livro não é para mim.. rs.
    Gostei da sua resenha, bem sincera vou indicar para amigos que curtem o gênero.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Olá Rodrigo tudo bem, analise muito boa desse livro, eu estava com certo receio de ler e não ser aquilo que pensava, várias resenhas que li me confundiram, mas a sua além de imparcial viu aspectos importantes dos personagens e os acontecimentos. Com certeza vou ler agora. Bjkas

    ResponderExcluir
  13. Oi Rodrigo! Loney está na minha lista desde que tomei conhecimento de seu lançamento. Esta pegada de terror e suspense vem de encontro com que eu gosto. Não preciso que tudo seja bem explicado, mas de qualquer forma acho que vale o risco.
    Bjs

    ResponderExcluir
  14. Oi Rodrigo! Tudo bem?
    Não conhecia o livro e apesar de capa ser super interessante, o livro não me interessou. Não sou fã de terror, não leio, não vejo e não escuto nada relacionado a terror, sou muito medrosa e impressionável. Dessa vez passo a dica. Parabéns pela resenha! Bj

    ResponderExcluir
  15. Olá,
    Sua resenha despertou a minha curiosidade, apesar de não apreciar terror. Gosto muito de suspense e fiquei querendo desvendar o mistério e segredos dessa trama.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  16. Olá,
    Sua resenha despertou a minha curiosidade, apesar de não apreciar terror. Gosto muito de suspense e fiquei querendo desvendar o mistério e segredos dessa trama.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  17. Olá Rodrigo =)
    Que bom que você não leu o livro com expectativa e ele te surpreendeu. É muito bom quando isso acontece. Eu não sou acostumada a ler esse gênero, o mais próximo que eu li foi o livro "Visão do Além - Charlaine Harris", e eu gostei muito. Não sei se você já leu, apesar de ser diferente de "Loney" acredito que você vai gostar. Eu não conhecia "Loney" nem o autor, pelo que eu pude ver pela resenha ele é um risco mesmo, parece ser daqueles livro ou ame ou odeia, sem meios termos. Mas fiquei mega na dúvida se leio o não. Eu gosto de livro que fogem do "clichê", e adoro "clichê". Haha' Livro que não são tão explícito podem me fazer sentir que falta algo no livro, como um começo sem fim. Não sei se você entende essa minha loucura. Haha' Se eu resolver ler diferente talvez eu escolha esse livro, por conta da dúvida não posso afinar se vou ler ou não. Mas posso afirma que adorei a resenha e o blog. Beijos'

    ResponderExcluir
  18. Olá Rodrigo, sua resenhas e as fotos estão ótimas, mas tenho problemas em ler livros de suspense e terror. Nunca me interesso e confesso que também tenho receios de medo. Então apesar dessa edição linda e a sua resenha maravilhosa, passo a dica.
    Beijos,
    https://diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Adorei sua resenha, fiquei super curiosa pela leitura. ♥ Quero muito ler esse livro.♡
    Art of life and books

    ResponderExcluir
  20. Amo livros de suspense, queria saber o que aconteceu com a criança encontrada... Se tiver oportunidade lerei com certeza.
    Bjs

    ResponderExcluir
  21. Oi Rodrigo
    Até o momento eu não tinha lido nada sobre esse livro.
    E a história me chamou um pouco a atenção então acho que talvez se tiver um tempo sobrando iria gostar de lê-lo.
    Muito boa sua resenha.

    Beijos
    http://aventurandosenoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Olá, Rodrigo! Não conhecia este livro. O enredo não chama muito a minha atenção, apesar de gostar de suspense. No enatnto, gostei de saber que o livro é envolvente e que a narrativa te agradou. A capa também é bastante bonita. Tambem adorei seu estilo de resenha! Parabéns! Acho que leitores fãs do gênero vão adorar Loney! ;)

    Bjs,
    Yohana Sanfer
    http://www.papelpalavracoracao.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Oi. Achei essa capa muito bonita, simples. A sinopse me deixou absurdamente curiosa e tensa, muito mistério. O fato de se passar na década de 70 e conter elementos do Terror, também muito me anima. Outra coisa que preciso admitir é que a forma como você organiza sua resenha deixa tudo lindo e perfeito!!!!

    ResponderExcluir
  24. não fazia ideia sobre o que o livro tratava e agora estou mega curiosa com ele... gosto da ambientação, do fator suspense permeando toda a história, e mesmo não tendo mtos personagens cativantes, acredito que iria me surpreender com a leitura...
    eque capa linda, sen oor. *--*me passa uma sensação de isolamento...
    bjs...

    ResponderExcluir
  25. Oie, tudo bem? Se o visse por acaso jamais escolheria, pois suspense não é minha praia de leitura, mas sua resenha me deixou muito empolgada e com vontade de ler!

    ResponderExcluir

TWITTER