quarta-feira, 24 de agosto de 2016

RESENHA: Livro "Wake - Despertar" de Lisa Mcmann

Olá humanos! Tudo bem? Dia de resenha venho trazendo minhas impressões sobre esse livro adquirido no sebo daqui da cidade e que me chamou atenção pela sinopse. Nunca tinha visto falar sobre, então resolvi arriscar e ver no que ia dar. Bom, vem saber...

Para Janie, uma garota de 17 anos, ser sugada para dentro dos sonhos de outras pessoas está se tornando normal. 
Janie não pode contar a ninguém sobre o que acontece com ela - eles nunca acreditariam, ou pior, achariam que é uma aberração. Então, ela vive no limite, amaldiçoada com uma habilidade que não quer e não pode controlar. 
Mas, de repente, Janie acaba presa dentro de um pesadelo horrível, que lhe causa um imenso terror. Pela primeira vez, ela deixa de ser expectadora e se torna uma participante... 
Wake- Despertar é o primeiro de uma trilogia dessa série de ficção que beira o terror, só beira. O Livro é narrado em terceira pessoa e é dividido em grandes capítulos que são subdivididos pelos dias e horas que tudo acontece. Sendo assim, pra quem tem mania (assim como eu) de parar a leitura nas pausas já prescritas pelo livro fica bem mais fácil parar em quase qualquer página.

A Protagonista Janie é atormentada por esse dom (?) desde os 8 anos de idade, onde teve sua primeira experiência de assistir o sonho de alguém. Desde então nunca mais parou. Ela cresceu tendo que se acostumar, ou pelo menos, se "esquivar" dos sonhos das pessoas, já que não pode controlar ou evitar.

No ensino médio, época de sua vida onde a história se passa, é normal ter aqueles colegas preguiçosos nas aulas ou na biblioteca. Então, ela sempre está entrando no sonho de alguém. Quando isso acontece, ela tem uma espécie de ataque ao pegar no sono, como se fosse uma convulsão. Portanto, a vida dela definitivamente não é fácil.

Janie possui uma melhor amiga, Cassie, mas a mesma não sabe do segredo de Janie. Cassie tem um pesadelo constante, que a amiga sempre assiste. Infelizmente Janie sofre por não conseguir ajudá-la, nem tem coragem pra contar o que é capaz de fazer, mesmo que (por enquanto) não consiga ter controle.

Mas são dois fatos que fazem realmente a história andar:

#1 Cabel - Um cara que também está no último ano, assim como Janie, que faz uma gentileza à garota no dia do baile de Homecoming. Depois de ela não suportar mais a festa, a qual nem queria ter ido, ele dá uma carona a ela, em seu skate (ahaha)!!! Cabel tem fama de maconheiro solitário, colecionando assim, poucos amigos. Desde esse último acontecido, os dois começam a se falar com mais frequência e uma grande mudança na vida de Cabel traz segredos e um enigma para Janie, que ao entrar no sonho do rapaz certo dia, assiste uma cena assustadora e agoniante, e pior, participa de tudo!

#2 Asilo para idosos - Desde os 16 anos, Janie trabalha em um asilo para idosos. Bem conveniente, não? Um lugar onde mais da metade do tempo as pessoas estão dormindo. Porém foi o que deu, e mesmo assim, ela gosta do emprego. Lá, ela conhece uma senhora adorável, Sra Stubin, que sabe do "dom" de Janie. Uma "espiada" no sonho dessa mulher, e nossa protagonista começa a entender um pouco como controlar, e melhor, ajudar as pessoas dentro de seus sonhos.

Apesar da narrativa ser um tanto corrida e estranha para mim, consegui percorrer as páginas velozmente. A trama envolta da luta de Janie por aprender a lidar com seu dom e o desenrolar de seu relacionamento com Cabel foi o combustível para a leitura fluir. O mistério por trás da história do rapaz chama mais atenção do que o próprio drama da protagonista, o que pra mim foi um deslize do enredo.

O livro atendeu às minhas expectativas, porém espero para o próximo, Fade, um foco maior no drama de Janie, além de cenas mais detalhadas dos sonhos, que são sempre interessantes. Ou seja, pretendo continuar sim a ler a trilogia. Fico imaginando (sempre faço isso) um filme dessa obra, seria algo curioso.

O livro possui uma diagramação boa e uma capa ok. Algumas páginas vem com rodapé contendo informações de algumas referências citadas nos diálogos, o que eu achei totalmente desnecessário. No final do livro vem o primeiro capítulo de Fade, o que me chamou BASTANTE atenção e me motivou a realmente continuar com a leitura. De qualquer forma, a editora Novo Século fez um bom trabalho com o material, o que vai satisfazer com certeza, a quem adquirir os livros.


Espero que tenham gostado da resenha e indicação. Não deixe de comentar ;)
Beijo na alma!

13 comentários:

  1. Gente, simplesmente amei essa premissa. Ela vê os sonhos na exata hora que a pessoa está sonhando? Vou procurar comprar.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Olá,

    Iniciei esse livro alguns anos atrás, mas confesso que não consegui prosseguir com a leitura. Vendo sua resenha fico um pouco animada a dar mais uma chance a essa história, mas ainda assim não estou convencida.

    Abraços
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    A trama é bem interessante e parece que você deu sorte em sua aquisição.
    Desconhecia a obra e fiquei bastante animada para me arriscar na leitura dele.
    Como você tenho mania de parar a leitura nas pausas já prescritas pelo livro e gostei de saber que é possível parar em quase qualquer página. Acredito que lendo esse livro não terei problema do feijão queimar enquanto espero uma pausa rsrs

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Ficou bem legal essa última foto, hein?
    Eu ainda não conhecia o livro, e mesmo não gostando muito de histórias que envolvam sonhos, essa me pareceu legal pela sua resenha e acho que é uma leitura que eu arriscaria.

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Eu ainda não conhecia esse livro e achei a premissa bem interessante!
    Apesar da narrativa corrida, me parece um livro envolvente. Fiquei curiosa sobre como Janie vai lidar com seu "dom" e sobre o mistério de Cabel.
    Adorei sua resenha e já anotei a dica!
    Beijos!

    Obs.: Carona no skate foi osso hahahaha

    ResponderExcluir
  6. Hum até que gostei da história, embora eu goste de terror mesmo. Vou deixar anotado quem sabe me aventuro.
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Oii Rodrigo, como vai?
    Infelizmente dessa vez a obra não me agradou, então eu pularei a dica. Eu gosto muito destes gêneros, mas a premissa em si não me atraiu.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  8. Eu não daria nada pela capa e titulo, confesso hahaha. Isso não por achar que seria ruim e tal, mas por achar que nao faria o meu estilo de leitura (e realmente nao leio nada nesse estilo), mas fiquei muito curiosa e com vontade de ler então irei buscar em sebos kkkk Beijos! Flores no Outono 

    ResponderExcluir
  9. Oie, que pena que a narrativa não foi tão boa, mas ótimo saber que mesmo com isso você ainda conseguiu aproveitar o livro e ficar com vontade de ler o próximo. Espero que os próximos livros tragam os elementos que você sentiu falta aqui.

    ResponderExcluir
  10. Li esse livro há bastante tempo, e apesar de na época ter achado interessante não dei continuidade a leitura, como posso explicar? Achei que faltava sentimento na narrativa, então acabei adiando demais a leitura do segundo, para ser bem sincera só lembrei da trilogia agora por seu post kkk
    Quem sabe até o final do ano eu não retome e leia Fade?
    Aguardarei a resenha do segundo livro para me ajudar na decisão, Beijinho.

    ResponderExcluir
  11. Olá Rodrigo tudo bem, quem leu essa trilogia aqui em casa foi meu filho, Wake, fade e Gone e ele falou que a história apesar de um pouco corrida é boa. Nunca tive vontade de ler, mas é um livro que instiga.

    ResponderExcluir
  12. Tenho sentimentos Conflitantes com essa trilogia, eu gostei da série ao mesmo tempo em que a odiei. Tem muitos vazios que foram esquecidos que eu tive a vontade insana de finalizar pra autora. Mas também tivemos pontos excelentes, pra mim este primeiro livro é o melhor. Excelente resenha, me fez relembrar muito da leitura.
    Angel Sakura
    www.euinsisto.com.br

    ResponderExcluir
  13. eu achei a capa bem estranha '-' combina com a premissa de magia e mistério que o livro aparenta ter mas realmente ela não me agradou, a história parece boa, fiquei curiosa e amei sua foto com efeito negativo

    ResponderExcluir

TWITTER