sexta-feira, 4 de março de 2016

RESENHA : Livro "Theus" de Fabrício Viana

Hoje a resenha será da obra do autor parceiro Fabrício Viana, que apresentei AQUI.
Theus - Do Fogo à busca de si mesmo é seu primeiro romance.


A história narra a vida do jovem Junior, também conhecido como “Theus” por causa de seu estranho nome “Prometheus”, e a busca inconsciente por um grande amor. Começa exatamente em uma balada gay no centro da capital de São Paulo. Porém, não é de lá que vem toda a história. Junior passou por poucas e boas. Ele morava no Interior. Foi na roça que ele conheceu Ronaldo, começou a ter relações sexuais com ele e foi pego em flagrante por seu pai que, sem saber o que fazer, o internou em uma fazenda que prometia “curar homossexuais” em BH. Parece surreal? Não, estes lugares ainda existem! E são muitos! Junior ficou lá por vários meses seguindo uma rígida rotina religiosa. Mas algo estranho aconteceu. Algo tão estranho que fez Junior fugir desesperadamente, pegar a primeira carona na estrada e vim parar na capital, bem na Praça da República. Sem ter para onde ir ou dormir, Junior conhece Gabriel, seu anjo, e sua namorada Michele. E é aqui que uma segunda história começa. Sua nova vida. Sua nova família. Junior, que desde o início buscava seu grande amor, até mesmo dos pais, finalmente o encontra. Talvez ele estivesse o tempo todo ao seu lado. Talvez não. O que aconteceu? Seria tarde demais? O que significavam aqueles códigos? Números aleatórios espalhados na capa e por todo o livro? A revelação é surpreendente e vai abalar as estruturas de qualquer leitor. Afinal, não tem como esquecer a mais bela, sensível e autêntica declaração de amor: “Te amo, Junior. Sempre te amarei!”.
O Livro já inicia com o autor nos apresentando o tipo de narrativa característica que preparou para esse livro. Nunca havia lido romance erótico, mas calma, não posso dizer que é o foco principal, pois definitivamente não é só disso que o livro se trata.

Júnior é um rapaz vindo do interior de São Paulo, agora na Capital, que enfrenta as dificuldades e responsabilidades de todo adulto. Mora de favor no apartamento de seu amigo Gabriel, praticamente um anjo, que lhe ajudou no momento mais difícil de sua vida, no qual têm um relacionamento de amizade ímpar. Se cuidam e se ajudam como toda amizade deveria realmente ser. Michele, namorada de Gabriel também tem uma amizade super saudável com Júnior.

Um Dia depois de uma balada "mal curtida" onde teve mais uma desilusão amorosa, Júnior começa a relembrar e refletir sobre seu triste e conturbado passado. Onde descobriu o sexo e sua homossexualidade. Foi seduzido por um homem mais velho, Ronaldo, que trabalhava para seu pai e não poupou Júnior ao mostrar os pecados da carne. Sua Família e comunidade altamente religiosa ao descobrirem, o internaram num sítio que tratam jovens e adultos com a "doença do homossexualismo".

Depois dessas lembranças Júnior sente uma vontade imensa de visitar seus pais. Pois desde sua internação na "reabilitação", ele não os vê. Pensa se eles já o perdoaram. Se sentem saudade tanto quanto ele sente. Há um bom tempo Júnior faz terapia, por indicação de um amigo, já que os traumas eram tantos : A Descoberta confusa de sua sexualidade, o tratamento falho, o abandono dos pais. Sua carga emocional é tão pesada quanto as experiências que carrega mesmo sendo tão novo.


Mas a visita traz descobertas inacreditáveis para Júnior, revelando muita história mal contada de seu passado e acontecimentos dos últimos anos que partem seu coração. Já adulto, precisa tomar sérias decisões e seguir não somente seu coração, ele já tem personalidade bastante para usar a razão.

Dias depois de voltar para a capital acontece algo inesperado envolvendo Gabriel. Nesta altura a trama torna o livro impossível de desgrudar e a mania de Gabriel sair escrevendo números por todo lugar será lindamente revelada. Obviamente não vou me estender. Cabe ao leitor matar sua curiosidade lendo a obra. Quem conhece minhas resenhas sabe que não costumo dar spoilers e viso mais fazer entender do que o livro se trata. Até porque o enredo foi muito bem resumido já na Sinopse.

+18 ?

O Autor Fabrício Viana tem uma escrita muito fluída, que se faz entender sem nenhuma dificuldade. Theus é um romance gay sem tabus. Trata o sexo de forma comum, como para muitos realmente deve ser tratado. É necessário que o leitor tenha a mente aberta e entender que muitas expressões e atitudes explícitas no livro são comuns na realidade. O Universo LGBT não é segredo pra ninguém, mas muita gente trata como se fosse coisa de outro mundo. O fato é que algumas pessoas são ignorantes e outras são simplesmente preconceituosas. No Livro há erotismo sim! Há amor sim! Há educação sim! Há conhecimento sim!

Temas como : relacionamento aberto, encontros virtuais e DST também são abordados no livro,  assim como os que já citei. Então deixe sua hipocrisia e preconceito de lado e abra seus horizontes à leituras diferenciadas. Se você adora ler aqueles romances eróticos que vemos em todo lugar, mas faz cara feia pra um romance gay, PARABÉNS! Você é mais um preconceituoso e falso moralista na sociedade. Deveria mas nem merece ler esse livro.

Preciso ressaltar que assim como muitos que vi comentar, a capa não me agradou. Acontece que o livro é um sucesso e já está na sua terceira edição,e pelo que percebi,a Editora Orgástica decidiu renovar a capa em cada nova edição. Em compensação a diagramação do livro está perfeita. Fonte agradável de ler, folha amarela e o material da capa muito bom.


Agradeço imensamente ao autor que me confiou divulgar seu trabalho. Fabrício Viana é muito atencioso com seu público(que não é pouco rs) e muito honesto no que faz. Espero que tenham gostado e principalmente entendido minha resenha. Viva a diversidade literária! Viva a diversidade na vida!
P.S.: Comentários preconceituosos ou de baixo escalão serão excluídos

Compre o livro AQUI

19 comentários:

  1. Oii, tudo bem?
    Infelizmente nunca tive oportunidade de ler um livro assim. E sendo assim, leria com toda certeza, principalmente para conhecimento e saber como é a história.
    Beijão

    ResponderExcluir
  2. Olá, ótima resenha! Eu aproveitei que o e-book esteve grátis esses dias na Amazon e já baixei o meu, só não sei quando conseguirei encaixá-lo na minha lista de leituras.

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?

    Ainda não tive oportunidade de ler nada do autor. Amei a forma como desenvolveu a resenha e fiquei curiosa para ler a obra. Só não curti muito a capa. rs Assim que eu tiver uma oportunidade, vou conhecer a escrita do Fabrício.

    Beijos,
    Dai | www.cheirodelivronacional.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olá, ainda não conhecia essa obra, e achei bem legal o enredo, algo que eu leria sem dúvida ;)

    Beijokas da Quel ¬¬
    Literaleitura

    ResponderExcluir
  5. Olá, Rô!
    Achei fantástica a ideia do livro. Tratar sobre algo tão atual, mas que ainda sobre preconceito deixou a estória real e intensa! Amei! Viva a diversidade! Viva o SER VOCÊ MESMO! Arrasou na resenha!
    Beijos, Garota Vermelha
    www.livrosdagarotavermelha.wordpress.com

    ResponderExcluir
  6. Também gostei da ideia do livro. Bem diferente! Merece mais reconhecimento ainda. :D
    Arrasou mesmo na resenha. Parabéns pela parceria e que venham mais livros bons.

    Abraços,

    Pedro
    http://www.pedrimoliveira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Para tudo, que resenha lacradora. Vou divulgar agora no Poesia na alma e no Literatura LGBT. “A Descoberta confusa de sua sexualidade, o tratamento falho, o abandono dos pais.” Essa é uma realidade bem comum, infelizmente. Alguns alunos adolescentes estão enfrentando coisas similares, a ponto de viverem na rua, lamentável.

    ResponderExcluir
  8. Uau, livro bem diferente, parece otimo! Fiquei interessada e adoraria ler, pois é uma tematica totalmente atual e sobre o que precisamos ler mais e, alem disso, lutar para igualdade entre todos. <3
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Rodrigo, sua resenha me pareceu tão militante e defensiva...hahahah, está ótima como sempre! Nunca li um livro com história homossexual, acredito que mais por falta de oportunidade do que por qualquer outra coisa. As pessoas não divulgam muito, então acho muito legal você dar voz a esses autores que são bons, mas que devido ao preconceito não conseguem alcançar o público. Faz com que a gente saiba que eles existem e que produzem muita coisa boa! E concordo com você... essa capa é horrível...hahaha.

    Beijos

    http://meninasnaliteratura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Eu li algumas coisas sobre o livro, mas confesso que não é o tipo de leitura que eu estou procurando fazer no momento. O enredo é interessante, acredito que os personagens possam vir a me conquistar, só não é mesmo o que eu tô buscando agora.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Olá!

    Eu amo livros hot, e gosto de ler os com temática gay tb!
    Não conhecia esse livro, nem essa editora, gostei e vou querer ler tb! Gosto de livros reflexivos e profundos.
    Eu não curti a capa, assim como você. Aprece meio capa de revista, não sei explicar!

    Bjus
    Blog Fundo Falso

    ResponderExcluir
  12. Nossa, pela capa eu não diria que o livro teria ESSA história. Diria que seria mais um romance erótico hétero (se bem que olhando com mais atenção para a capa agora dá pra reparar que o braço abraçando o homem gostosão da capa é de outro homem). Gostei muito do livro também abordar todo o preconceito e dificuldade que ainda é sair do armário na nossa sociedade machista e homofóbica. Mas graças aos céus, estamos vivendo uma movimentação que eu espero que se transforme em uma quebra de paradigma.

    Beijão
    Um Metro e Meio de Livros

    ResponderExcluir
  13. Olá Rodrigo tudo bem, interessante a resenha do livro, só não curti a capa, de resto acho uma boa oportunidade de conhecer novos horizontes, e mais pessoas quebrarem o tabu e ler respeitando sempre a escolha de cada um. Bjs

    ResponderExcluir
  14. olha, a premissa me agradou demais... adoro literatura lgbt e pela carga dramática do livro, certamente eu iria gostar... mas essa capa... não me agradou... quem sabe se houver uma edição nova com outro estilo de capa, eu posso até ler, mas com essa... passo a dica...

    ResponderExcluir
  15. Hey,
    Essa capa simplesmente não dá, acho que o livro merecia algo melhor. Achei bem interessante a história e fiquei curiosa para ler, ainda mais abordando tantos assuntos. Gosto quando os livros tratam o sexo de forma natural e dialoga com os tabus e os problemas que ele pode envolver.
    Beijos,
    Dois Dedos de Prosa

    ResponderExcluir
  16. Meuuuuuu Deussssss!!! Precisooo desse livro!! Só sua resenha ja me despertou a psicóloga em mim, gente é muito absurdo essa "cura gay" - cura se pessoas doentes, homossexualidade não é doença!! Quantos elementos ricos nesse livro, preciso pra já!
    Beijão, Bru - www.naoemprestolivros.com.br

    ResponderExcluir
  17. Oi, tudo bem?
    Eu curti muito a premissa e sua resenha. adoro quando os autores tratam do homossexualismo sem tabus, e ainda aborda temas atuais e polêmicos como essa absurda "cura gay", porque vivemos em uma época de muito preconceito, e essas questões precisam ser discutidas.
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Rodrigo Homi que livro incrível, realmente é para quebrar tabus. Achei super bacana o autora retratar tudo o que você falou, nem todos tem a coragem por conta do preconceito mesmo.

    Até mais, Davidson.
    http://www.meninoliterario.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oiee, tudo bem?

    Nossa, vou ser bem sincera... julgo o livro pela capa e não compraria esse. Acho válida a abordagem de um romance gay. Acho que os livros são formadores de opinião e de caráter também. Se existe mais de uma opção sexual, ela deve ser abordada em qualquer lugar: na TV, nos livros, nos filmes... Parabéns ao autor pela temática.

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir

TWITTER