terça-feira, 10 de novembro de 2015

RESENHA : "A Rainha Vermelha" Victoria Aveyard


O mundo de Mare Barrow é dividido pelo sangue: vermelho ou prateado. Mare e sua família são vermelhos: plebeus, humildes, destinados a servir uma elite prateada cujos poderes sobrenaturais os tornam quase deuses.
Mare rouba o que pode para ajudar sua família a sobreviver e não tem esperanças de escapar do vilarejo miserável onde mora. Entretanto, numa reviravolta do destino, ela consegue um emprego no palácio real, onde, em frente ao rei e a toda a nobreza, descobre que tem um poder misterioso… Mas como isso seria possível, se seu sangue é vermelho?
Em meio às intrigas dos nobres prateados, as ações da garota vão desencadear uma dança violenta e fatal, que colocará príncipe contra príncipe — e Mare contra seu próprio coração.


Mare Barrow está prestes a completar 18 anos. Vive num vilarejo pobre chamado Palafitas.O que ela mais sabe fazer? Roubar.Exatamente...furtar,roubar,assaltar! Não sabe cozinhar,nem faxinar ou muito menos costurar,como sua irmã mais nova Gisa. Mare vive de pequenos furtos para ajudar na sobrevivência da família.Seus três irmãos mais velhos estão na Guerra e como Mare não exerce nenhum trabalho relevante na sociedade este será seu provável destino ao chegar à maioridade. Está sempre na companhia de seu inseparável amigo Kilorn, Este,órfão e aprendiz de pescador teme assim como a amiga lutar na Guerra.

A Guerra é tão temida por nenhum motivo diferente do que já conhecemos. Porque Guerra significa Morte.E Morrer lutando para defender interesses daqueles que nos castigam,não é tão interessante certo? Mare,sua família,Kilorn, todos do vilarejo Palatifas e milhões de outros que vivem considerados como "escória" da sociedade são de uma raça denominados VERMELHOS. São humanos comuns.São pobres,plebeus,miseráveis,sem nada aparentemente especial. E o nome dado refere-se a cor do sangue(obviamente).
Os Vermelhos vivem em função de servir uma raça superior a eles,estes denominados PRATEADOS(sangue prateado). São os que mandam,os que reinam,os que são servidos. Os Prateados diferem-se dos vermelhos não somente pela cor do sangue,mas por terem poderes. Super poderes,na verdade. Controlar o fogo,a água,o ar,a terra, as plantas,pensamentos...e muitos outros que se possam imaginar.Eles vivem em Palácios,rodeados de luxo,riqueza e segurança de alta tecnologia. Mas também vivem uma Hierarquia,baseada no prestígio de Famílias com diferentes poderes.
Tanto prestígio,riqueza e poder são alguns dos motivos no qual as guerras nunca cessam,assim matando cada vez mais seus "soldadinhos de brinquedo",seres que pra eles são descartáveis,os Vermelhos!



Kilorn,o melhor amigo de Mare perde seu Mestre, fazendo dele não mais um aprendiz.E por não ter concluído seu treinamento,também não o faz pescador.Sendo assim,terá que ir pra Guerra. Os dois entram em desespero e bolam um plano de fuga para Kilorn,mas que envolve muito dinheiro,e de imediato.
A Garota está muito determinada em ajudar o amigo e então começa uma onda de furtos.Certa noite,ela se dedica a roubar bêbados cambaleantes do lado de fora de um bar. Já tendo conseguido quase o bastante para ir embora ela aborda um último homem. Um rapaz,na verdade.Diferente dos outros que foram roubados esse é astuto e a percebe. Ele fica assustado em vê-la tão nova,tão bonita cometendo esse tipo de crime tão baixo.Ele a questiona e numa pequena discussão,deixa para ela uma moeda que vale muito mais do que ela precisava.
Mare fica intrigada com o moço. Jovem,bonito e...bondoso? Sim,ele afinal de contas deu a moeda pra ela,mesmo tendo sido abordado e quase assaltado. Eles trocaram algumas palavras e ele deixou escapar um certo ar de interesse nela.Eles se apresentam. Seu nome: Cal.

Mare consegue um emprego no Palácio Real,para um dos variados trabalhos que as mulheres vermelhas exercem.Na criadagem,mais precisamente. Seu primeiro dia no novo emprego é exatamente no dia de um dos eventos mais importantes para os prateados. O evento acontece para escolher a nova princesa. Todas as garotas prateadas que fazem parte das famílias influentes vão para uma arena mostrar seus dons e convencer a Realeza de que têm poder e prestígio o suficiente para merecer o posto,a mão do Príncipe.

É Neste dia com tantas meninas se apresentando,destruindo obstáculos, exibindo seus poderes sobrenaturais como deusas que algo impressionante acontece com Mare. Algo que mudará sua vida para sempre. São Muitas surpresas envolvendo sua próprio corpo,um dom que ela jamais imaginaria. E chocando a todos,inclusive a ela mesma.A criada muda de posição na sociedade da noite para o dia,levando com ela dúvidas que dão um nó na sua cabeça e confundindo até seus superiores.

A partir de então a história escrita pela autora VICTORIA AVEYARD começa a ganhar um ritmo frenético. Que lhe surpreende,lhe prende e dá vontade de só parar de Ler quando acabar. Muita coisa acontece ao mesmo tempo e é isso o que eu mais gosto nas histórias que envolve fantasia,ação e ficção científica.

"A Rainha Vermelha" por ser uma distopia aborda com seus cenários fantásticos temas como Política, Desigualdade Social e Opressão. Não se deixe levar pelo título da obra,nem por ter Reis,Rainhas e Princesas e achar que é um conto de Fadas. A Realidade desse livro é outra. Há pobreza extrema,sofrimento,Crueldade. Contudo a personagem em meio ao Caos consegue transformar tanta confusão,tantas descobertas em uma oportunidade que seu povo tanto espera. Ela luta,calculadamente,passo a passo e com esperança que tudo um dia Mude...de vez!

Não dá pra especificar com exatidão o gênero desse livro. Você encontra romance(até um triângulo amoroso!),Ação,Mistério,Fantasia,Guerra,Ficção Científica...enfim. Não consegui encontrar motivos pra não gostar. E depois de concluído,você quer desesperadamente comentar com alguém que já leu as reviravoltas que a história dá(e não são poucas!)e xingar os personagens...rsrs.

Tenho que dar uma ênfase na edição. É PERFEITA!. A capa metalizada,com o título e o "desenho" em alto relevo,além da orelha traseira vir com o marcador recortável.É tudo lindo...apaixonante!

Espero que tenham gostado da Resenha,apesar de ter lido já há algum tempo,eu precisava fazê-la porque muita gente tem curiosidade sobre ele e além disso foi uma das minhas melhores leituras desse ano!

Bjo na Alma!


8 comentários:

  1. Adorei Rodrigo!! Estou querendo ler esse livro faz um tempinho, até porque amei a capa (pronto falei rss), mas depois de algumas resenhas vi que o livro realmente parece ser muito bom!
    Beijos, Bru - www.naoemprestolivros.com.br

    ResponderExcluir
  2. Meu deuss, preciso ler esse livro agora <3 eu comprei primeiramente a edição desse livro em inglês, mas demorei um pouquinho pra ler. Eis que alguém me presenteia com a edição em português e ainda to decidindo em qual idioma eu vou ler hahaha. Mas estou super ansiosa pra começar esse livro, pois ele é do meu gênero preferido <3

    Beijos,
    Bia.

    www.nasuaestanteblog.blogspot.com | @NaSuaEstante_

    ResponderExcluir
  3. Olá Rodrigo!
    Desde o lançamento eu já queria ler esse livro. Tudo nele me fascinou! A trama é incrível, o ritmo frenético e as reviravoltas fizeram o livro ser excepcional! Amei! Como você disse, realmente é outra realidade. Nada haver com conto de fadas. Arrasou na resenha!
    Beijos, Garota Vermelha
    www.livrosdagarotavermelha.wordpress.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Rodrigo!
    Estou desesperada por esse livro, Amei sua resenha.
    Beijos!

    http://meninasnaliteratura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Como assim tem gente com poderes no livro, Rodrigo??? Acabou de ficar mais perfeito ainda. Preciso demais desse livro.

    Beijos

    http://meninasnaliteratura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Muito boa sua resenha, foi a primeira que li deste livro, e agora tenho uma melhor visão sobre a história (já que passei muito tempo longe de distopias, rsrs), quem sabe não role a leitura deste? Parabéns por instigar a gente! Um forte abraço!

    ResponderExcluir
  7. Oi Rodrigo, tudo bem?

    Eu morro de vontade de ler esse livro, e só vejo resenhas positivas a respeito dele!

    Beijos,

    http://sweetlikecaramel.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Muito bom, sempre vejo postagens sobre esse livro e penso que preciso dele, mas acho um pouco caro e confesso que esse assunto me chamou muito a atenção.

    ResponderExcluir

TWITTER